IBCI
Igreja Batista Celular Internacional

NOSSA MISSÃO
Ser uma família, vivendo em amor, alcançando os perdidos, formando discípulos em Jesus.
(MODO DE AGIR)

NOSSOS VALORES
:: Aliança com Deus – Viver acima do relativismo moderno, praticando os princípios da palavra na dependência do Espírito Santo. (Gn 17:7)

:: Amor ao próximo – Suplantar o egoísmo, expressando o amor em ações. (Lc 10:27b)
Ética – Agir com honesticidade e integridade em todas as suas ações e relações. (Pv 8:13)

:: Compromisso com a família – Dar a esta instituição o lugar máximo de honra e prioridade. (1 Tm 5:8)

:: Serviço – Fazer do servir seu estilo de vida. (Mt 20:26 a 28)

:: Excelência – Manter um espírito inconformado, na busca do melhor. (1 Rs 10:4 e 5)

:: Discipulado – Reproduzir em outros a plenitude de vida que temos em Cristo. (Mt 28:19 a 21)

:: Fé perseverante – Acreditar no impossível e lutar por ele até que seja realidade. (Hb 11:1)

:: Comunhão – Fazer dos relacionamentos prioridade de tempo e recursos gerando unidade. (At 2:42)

:: Multiplicação – Garantir a expansão do reino de Deus. (Dt 1:11)

:: Evangelismo – Levar com urgência a mensagem de salvação para os homens. (Rm 10:14 e 15)

NOSSA VISÃO
Ser um instrumento transformador da sociedade (VISÃO DE FUTURO, ASPIRAÇÃO), resgatando vidas, e, levando-as a viver uma vida plena, pautada nos princípios da palavra de Deus.

NOSSOS OBJETIVOS DA QUALIDADE
Desenvolver nos membros a integração das ações para o cumprimento da nossa Missão.
Promover o fortalecimento e o crescimento qualitativo e quantitativo da igreja.
Conduzir pessoas a Cristo, por meio de uma evangelização criativa e eficaz.
Consolidar com excelência o novo, reproduzindo nele o caráter de Cristo.

Proporcionar a cada pessoa o treinamento necessário desenvolvendo o seu potencial de líder para que desempenhe suas atividades com conhecimento de causa, coerência e excelência.
Melhorar a imagem institucional, por meio de comunicação objetiva, clara e acessível.

Garantir o desenvolvimento, a execução, a manutenção e a melhoria contínua do Programa de Qualidade.


CONHEÇA UM POUCO MAIS DA SUA IGREJA BATISTA CELULAR INTERNACIONAL
O nome da nossa igreja expressa muito do que somos. Somos em primeiro lugar IGREJA, casa de Deus, santuário do Altíssimo – para isso existimos.

Somos Batistas de origem, uma igreja que se destaca por alicerces firmes, priorização da Palavra e uma vida de santidade.
Celulares por convicção, porque acreditamos nos pequenos grupos – células – de amor e discipulado, onde nos conhecemos mais de perto e compartilhamos o discipulado.

E internacionais de amplitude porque acreditamos que Deus ampliou nossas fronteiras. Não estamos restritos a uma cidade ou região – nossa visão é o mundo para o Senhor Jesus.

Essa é a Igreja Batista Celular Internacional. Desde Agosto de 1997, quando assumimos o pastorado da igreja começamos a ensinar o Discipulado. Entendemos que Deus deseja de nós muito mais que simplesmente uma freqüência aos cultos regulares da igreja. As últimas palavras do Senhor no Evangelho de Mateus expressam seu mandamento para nós: IDE, FAZEI DISCÍPULOS DE TODAS AS NAÇÕES... É isso que descobrimos – discipulado é o estilo de vida daqueles que obedecem ao Senhor.

Na busca pela maneira mais eficaz de praticar o discipulado estudamos todos os modelos modernos – grupos familiares – com o Dr. David Cornefield, G5 com o Dr. Ralph Neigbor, grupos familiares com o pastor David Young Choo... Lemos todos os livros que podíamos. Fizemos todos os cursos que ofereciam. Somente no G5 fizemos 5 semanas de treinamento para estudar o modelo. A cada dia que estudávamos, mais nos apaixonávamos pelo DISCIPULADO.

Começamos a implantar o G5 na igreja – como um modelo de grupos pequenos para desenvolver o discipulado. Foi quando tivemos a oportunidade de participar do Encontro em 1999, desde o primeiro dia a nossa sensação foi de alguém que pelejava para montar um quebra cabeça e finalmente conseguiu.

Todos os demais modelos são maravilhosos, mas como igreja nos identificamos com o modelo G12 de igreja celular. Este modelo teve origem no coração de Deus, que em nossos dias levantou o reverendo César Castellanos para ensiná-lo. Como temos sido abençoados através da vida deste querido mensageiro de Deus. Ele que tem sido o apóstolo do modelo G12 em nossos dias, nos ofereceu a oportunidade de aprender em sua igreja como desenvolver um discipulado através de 12 pessoas e alcançar multidões para o Senhor Jesus.

Em meio a tudo isto há algumas coisas que queremos esclarecer:

1. NÃO SOMOS A ÚNICA IGREJA CORRETA NESTE MUNDO – Deus não se limita a uma igreja ou denominação. Ele tem sua própria igreja, independente das placas denominacionais e diferenças culturais. Só Ele é quem pode avaliar e cada um responderá a Ele sobre o que está fazendo.

2. G12 NÃO É A ÚNICA MANEIRA DE FAZER A VONTADE DE DEUS OU DE DESENVOLVER O DISCIPULADO – acreditamos na criatividade e que podem existir várias maneiras de desenvolver o discipulado.

3. G12 NÃO É DEUS – EMBORA CREIAMOS CONVICTAMENTE QUE SEJA O MODELO QUE JESUS, NOSSO SALVADOR, USOU EM SEU MINISTÉRIO NA TERRA. Por isso o aplicamos com tanta alegria e paz, fundamentados em tudo que fazemos.

4. G12 NÃO É TUDO QUE AS PESSOAS FALAM – Infelizmente muitos tem feito besteiras usando este nome. Como estudioso e praticante deste modelo de discipulado, posso dizer que 90% dos que se auto denominam G12 no Brasil não sabem nem o começo do que significa. São pessoas com "boas" intenções e pouco ou nenhum conhecimento. Alguns são mesmo falsificadores do modelo e querem assumir à força a paternidade de um filho bonito. Mas um teste de "DNA" comprovará sua verdadeira origem.

5. G12 NÃO É UM MODELO DE PESSOAS INFALÍVEIS – onde houverem homens haverá erros, falhas e até decepções. Isso não pode nos impedir de continuar. Porque alguns caem e se desanimam, ou até mesmo abandonam a visão que antes tão enfaticamente defendiam, não significa que o modelo esteja errado. Estamos lidando com pessoas. O modelo é tanto bíblico quanto infalível em sua essência, mas a maneira de praticá-lo envolve homens falhos e passíveis de erro. Se Deus não fosse tolerante com nossos erros nunca poderíamos servi-lo. Sua misericórdia triunfa sobre nossos erros e falhas.

6. G12 NÃO É UM MODELO DE ISOLAMENTO – mas de aglutinação. Mesmo que não tenhamos os mesmos pensamentos podemos andar junto. O que nos une é muito mais forte do que o que nos separa. Jesus quebrou a barreira de separação que havia entre nós. Nos sentimos muito a vontade para conviver com todos os irmãos das demais igrejas genuinamente cristãs, mesmo que defendendo pensamentos diferentes sobre a maneira de obedecer as mesmas ordens do Senhor. Queremos viver o amor e a compreensão acima de tudo e nos preparar para um céu que não terá salões exclusivos para cada denominação. Todos os salvos vão para o mesmo lugar, independentemente da placa de sua igreja ou do modelo de discipulado. Queremos nos acostumar com isso desde aqui na terra.

7. G12 NÃO SIGNIFICA O DESPREZO A TUDO QUE APLICAMOS COMO IGREJA ANTES DE CONHECÊ-LO. Não nos convertemos ao G12, nos convertemos a Jesus e isso aconteceu antes de conhecermos o G12. A visão que hora adotamos simplesmente ampliou nosso entendimento da Palavra de Deus. Não enterramos a igreja que tínhamos, ela continua e está mais forte que nunca, somente que agora com uma incomparável agilidade e foco. Isso podemos desenvolver através do G12.

8. ACREDITAMOS QUE QUALQUER IGREJA OU DENOMINAÇÃO PODE APLICAR G12 SEM PERDER A ESSÊNCIA DO QUE SÃO – APENAS APERFEIÇOANDO. Depende da maneira como aplicamos o modelo. Alguns sempre querem encontrar uma desculpa para fazer o que sempre tiveram vontade em suas igrejas e se apóiam em alguma coisa de fora para justificar suas atitudes. G12 não deve ser bode expiatório dos erros de líderes, sejam eles quem forem.

Pr. Laudjair Guerra